RESENHA – O Pistoleiro, de Stephen King

pistoleiro

Publicação original: 1983

Edição: 2004

Origem: EUA

Editora: Objetiva – Suma das Letras

Páginas: 224

Gênero: Dark Fantasy

ATRIBUTOS:

+ Ao mesmo tempo sombrio e épico

+ Narrativa diferenciada

+ Protagonista cativante

– História não avança em alguns momentos

– Heterogeneidade pode atrapalhar

A saga A Torre Negra é, sem dúvida, o projeto mais ambicioso de Stephen King. Nela, o autor mistura elementos diversos de terror, medievalismo e faroeste para construir uma história de proporções épicas, a qual tem apenas seu início narrado neste primeiro volume.

Curioso notar como a obra de King é composta por um mosaico de recortes culturais, tanto dos livros de Senhor dos Anéis quanto dos filmes de Sergio Leone. O escritor escreveu este livro quando ainda jovem, no fim da década de 70 – O Pistoleiro é composto, na verdade, por um conjunto de cinco contos, escritos entre os anos de 1978 e 1981 – e fica claro que se trata de um momento de amadurecimento técnico e temático do autor (fato que ele próprio comenta no ótimo prefácio).

Na primeira parte de A Torre Negra, composta por outros seis volumes, somos apresentados ao protagonista Roland Deschain, o último dos pistoleiros, que caminha incessantemente à procura do Homem de Preto, um enigmático feiticeiro que possui uma ligação passada com o protagonista.

E, num primeiro momento, é só disso que o leitor precisa saber. Aos poucos, conhecemos o passado do personagem principal, assim como alguns acontecimentos recentes. Mas são informações entrecortadas com o presente e essencialmente esparsas. Trata-se, portanto, de uma leitura difícil, que exige paciência do leitor, mas que é recompensadora. A escrita de King é interessante e não cai no prosaico, apesar de poder causar desconforto em alguns.

A ambientação do decadente mundo de Roland é algo muito bem feito, ao passo que nos salienta uma paisagem ao mesmo tempo fascinante e sombria. Além disso, o próprio protagonista é outro ponto forte da obra, pois traz um arquétipo chamativo, dotado de uma atitude anti-heroica e um instigante passado (destaque para a sequência onde Roland, ainda jovem, enfrenta seu mestre a fim de tornar-se um pistoleiro), o qual será mais explorado nos livros subsequentes.

As cenas de ação e os diálogos estão afiados, ainda mais combinados ao estilo ora frenético, ora cadenciado do romancista. O episódio da cidadezinha de Tull é fenomenal, podendo ser confundido com uma clássica cinematografia de faroeste. Violência e palavrões, claro, não podem faltar num livro de Stephen King.

Apesar de seus numerosos pontos positivos, o romance não está isento de falhas: a morosidade de algumas passagens torna-se cansativa, parte do texto poderia ser enxugada e um pouco mais de objetividade viria a calhar – a leitura é por demais recortada e não define o que se esperar da série. Erros perdoáveis de um escritor jovem, mas nada que retire o brilho da obra.

Portanto, observa-se aqui um promissor início para a maior saga do mestre do terror que, entre muitos acertos e alguns deslizes, monta um retrato nefasto e sangrento de um mundo devastado, cercado de memórias perdidas e pó, na épica jornada de Roland rumo à Torre Negra. Entre referências à cultura pop e elementos de diversos gêneros, o resultado é um livro, no mínimo, muito interessante. Além de bem recomendado, claro.

NOTA: 8,3

O livro no skoob: http://www.skoob.com.br/livro/318-o-pistoleiro

O autor

O autor

Anúncios

Publicado em terça-feira,18 dezembro,2012, em Literatura, Resenhas Literárias e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Gostei muito da análise, bem embasada, muito bem escrita e, sobretudo, com uma opinião crítica muito forte a respeito da obra. Aliás, parabéns pelo blog.

  2. Ótima analise, apesar de ter deixado uma pontinha ou outra solta (isso ajuda a evitar spoilers as vezes, portanto não ligue e continue como esta fazendo agora)
    Te adicionarei no Skoob mais tarde
    Boa Sorte

  3. Muito bem analisado. Parabéns pelo blog. 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: